Meu humor



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Italian, Esportes, Informática e Internet, Gestão
MSN -




Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 Centro Esportivo Virtual




Blog do Cesare
 


Cidyr - 4.º dia

O Prof. Laurent Moustard (França) teve a missão de conduzir a Conferência da manhã e, ao fazer um relato das atividades defendidas pela FSGT, abordou as instalações esportivas e recreativas sob três perspectivas quanto à prática: sócio-educacional, entretenimento/ lazer e performance/ espetáculo.

A primeira Mesa-redonda do dia, teve a participação do sociólogo Danilo Miranda (SESC-SP), cujo principal enfoque foi o BEM - ESTAR das pessoas e, para tal missão, o SESC-SP utiliza-se do Esporte, Educação, Cultura e Lazer como ferramentas para alcançar o objetivo, sempre com a premissa da democratização do acesso.

Em seguida. ocorreu a apresentação do Prof. Cesar Calegari, o qual apresentou uma visão geral do SESI-SP, descrevendo os diversos programas, o impacto das atividades junto ao empresariado e destancando a equipe adulta de Voleibol, cujo principal objetivo é criar uma pedagogia do encantamento (modelo) aos jovens (alunos) dos programas formativos.

Finalizando estas discussões, O Prof. Dr. Ricardo Uvinha fez uma explanação sobre a Organização Mundial do Lazer, descrevendo seus objetivos, metas, campos de estudo e trabalho, bem como os benefícios que esta Organização proporciona ao meio acadêmico principalmente.

Finalizando os trabalhos do 2.º CIDYR, tivemos a última Mesa-redonda com a participação do economista Peter Taylor, abordando sobre o processo de auditoria ocorrido na Inglaterra em 1989, o qual resultou em uma nova política pública para a gestão dos esquipamentos de esporte e lazer, principalmente os estádios de futebol e ginásios esportivos.

Juan-andres (Espanha) iniciou a sua apresentação com o seguinte questionamento junto ao público presente: "Para que serve este edifício ?". Explicou então, que foi com este questionamento e a partir do Manifesto de Barcelona em 2009 que surgiu a AIIDYR - Associação Ibéro-americana de Instalações Esportivas e Recreativas, a qual é o atual presidente. Concluiu sua explanação alertando que toda gestão de qualidade deve promover a utilização de indicadores de qualidade para medir o grau de satisfação, sejam dos prestadores, dos produtos ou dos próprios clientes.

A apresentação do jornalista Gustavo (Brasil), representante do Comite Olímpico Brasileiro, enfatizou que, dentro da visão do COB, existe a necessidade de transmitir uma mensagem de sustentabilidade, durante a RIO 2016, em todos os aspectos, além de proporcionar o fortalecimento da juventude esportiva e um posicionamento político global.

Complementando o tema RIO 2016, o ex-atleta e atual executivo do COB, Agberto Guimarães, explanou sobre a valorização do Brasil com a realização dos Jogos Olímpicos no Brasil e o novo modelo de preparação dos atletas, por meio de uma Equipe Multidisciplinar, enaltecendo que as pessoas possuem um papel de extrema importância na organização de um mega-evento esportivo.

Ainda , pela manhã, tivemos folego para a Conferência de encerramento, proferida pelo Gestor Dan Epstein (Inglaterra), que na suas palavras, sustentabilidade e legado devem ser termos sinônimos. Apresentou, de forma resumida, o Plano de Legado de Londre 2012, com as seguintes etapas:

1 - Aquisição do local destinado ao Complexo Esportivo

2 - Construção dos equipamentos e vila olímpica

3 - Realização dos Jogos

4 - Transformação no legado

5 - Surgimento de um novo Parque Sustentável.

Finalizando o evento, o Gerente do SESI-SP e Coordenador do Congresso, Eduardo Carreiro, apresentou este evento em números, descrevendo a quantidade de horas utilizadas nas diversas atividades propostas e fez uma especial homenagem aos Palestrantes, Patrocinadores e o Staff.

Durante um dos intervalos do evento, o registro de mais um momento importante:

Maria Alice Zimermmann (Secretaria Municipal da Educação), César de Souza (CEU Alvarenga) e Sheila Ap. Silva (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer)



Escrito por Cesare às 08h52
[] [envie esta mensagem
] []





Cidyr - 3.º dia

A Conferência inicial abordada pelo Sr. Geoffrey Godbey (USA) abordou o tema "Esporte para Todos", afirmando: Nós temos que dar as pessoas, como lazer, não somente o que elas querem, mas o que elas podem querer aprender. Afirmou também que as atividades de lazer e esporte devem ser planejadas e organizadas de modo que contribuam fisicamente, espiritualmente e emocionalmente.

A Mesa - redonda seguinte tratou de Programas Escolares e Comunitários, contando com a participação de Luiz Delphino (Brasil), Melissa Parra (Venezuela) e Fernando Sotomayor (Chile), mediados por Cintia Da Silva Ferreira (SESI _ Brasil)

O Prof. Luiz apresentou o histórico do Esporte Educacional no Brasil, a Federação de Esporte Escolar e os cases de sucesso ligados ao Desporto Escolar. a arquiteta Melissa Parra expôs os locais destinados às práticas comunitárias, em especial o case Barquisimeto - Lara. Já o arquiteto Fernando Sotomayor descreveu as características das instalações esportivas e recreativas existentes no Chile.

       

Os palestrantes concluiram que existe a necessidade de um projeto maior, uma nova proposta metodológica que mostre o verdadeiro valor do Esporte Educacional enquanto uma ferramenta de transformação social, dissociada da Educação Física Escolar.

Ao término do dia, ocorreu uma Mesa - redonda com a temática: Aspectos Legais e de Segurança, com a participação de Jose Constantino Gago Fernández (Espanha) e Agustin Garcia (Argentina), mediados pela Prof.ª Flávia da Cunha Bastos (Brasil)

O Arquiteto Constantino explanou sobre os momentos de risco dos grandes recintos esportivos como o acesso e a saída, além das situações de emergência. Nesse sentido, o também arquiteto Garcia Gago, sugeriu a utilização de sonorização e sinalização de forma mais efetiva, citando o case do Estádio Santiago Bernabeu (Real Madri - Espanha)

        

 



Escrito por Cesare às 15h19
[] [envie esta mensagem
] []





Cidyr - 2.º dia

Nesse dia, as discussões tiveram início com a Conferência proferida por François Vigneau (França) sobre as tendências da gestão das Instalações de Esporte e Lazer a qual retratou um diagnóstico da real situação, principalmente na França e Europa. Nesse sentido, apontou algumas tendências como a necessidade de diversificação das modalidades esportivas a serem praticadas, a necessidade de diversificação dos locais de prática e, principalmente, a necessidade de novos modelos de gestão e financiamento das instalações de esporte e lazer.

Após este momento de reflexão, iniciou-se uma mesa-redonda com a temática "São Paulo 500 anos: As instalações Esportivas e Recreativas em 2054", coordenadas pelo Sr. Cesar Callegari (SESI-SP). A Arquiteta Patrícia Totaro enfatizou que, nesta década, as academias de fitness desenvolvem atividades que proporcionam um resgate da funcionalidade do corpo por meio de uma integração com um mente saudável. Contudo, em 2054, os aspectos tecnológicos da atividade física terão um grande avanço, assim como as questões sociais vinculadas a prática (existência de tribos) e a tema sustentabilidade será a tônica dos novos modelos.

Nesse sentido, o Prof. Phd. Antonio Carlos Bramante também apresentou alguns estudos desenvolvidos e apresentou algumas tendências para 2054: a ocorrência do "mercolazer", a espetacularização do tempo livre, a redução dos espaços disponíveis, as novas edificações serão pautadas na sustentabilidade, surgimento dos ambientes facilitadores no trabalho, estreitamento espacial (casa/ trabalho/ lazer), viagens sem deslocamentos físicos e a desgratuidade do lazer.

   

 

                 

 

 

Uma segunda Mesa-redonda ocorreu, nesse dia, agora com o tema: Tendências da Gestão das Instalações de Esporte e Lazer a partir de organizações temáticas, cuja mediação esteve a cargo de Eduardo Mack (Gerente de Projetos Institucionais da Rede Globo - Brasil).

Iniciou com a explanação do Prof. Dr. Ricardo Ricci Uvinha (Brasil), o qual explanou sobre o Congresso Mundial de Lazer ocorrido no período de 29 de Agosto a 02 de Setembro de 2010 na cidade de Chuncheon (Coréia do Sul). Na sequência tivemos a explanação de Laurent Moustard (França) que apresentou as atividades desenvolvidas pela Federação Francesa de Esportes para o Trabalhador e, finalizando as apresentações, o Sr. Joze Jensterle (Eslovenia), como membro do Comite Olímpico da Eslovenia e secretário geral da Associación Internacional de Infraestructura Deportiva y Recreativa (IASLIM), iniciou sua apresentação com o seguinte questionamento: Em que consiste um desenvolvimento sustentável, um parque no meio da avenida Paulista ou a construção de um moderno estádio de futebol ? Durante sua explanação, apresentou um novo conceito de Gestão Social e a Escola Internacional de Administração de Infra-Estrutura Desportiva e Recreativa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na primeira sessão de debates do dia, coordenada pelo Sr. Eduardo Augusto Carreiro (SESI - Brasil), estiveram participando o sr. Marcolino (SESI - Brasil), arquiteto Carlos Vera Guardia (Chile), o gestor Peter Taylor (Ingraterra).

O Sr. Marcolino enfatizou que a gestão das instalações esportivas e recreativas devem estar alinhadas ao Planejamento Estratégico, as políticas, programas e  as ações pré-estabelecidas. Também apresentou como tendências, os seguintes aspectos: Necessidade de criação de ferramentas de gestão, importância da articulação interna e externa dos equipamentos, formação permanente de uma rede de gestores e ampliação da visão dos conteúdos do lazer.

Já o Gestor Peter Taylor, enalteceu a importância de avaliar a performance das Instituições, criando índices e desenvolvendo a devida medição. Com isso, enfatizou, este processo resulta em um benchmarking próprio e adequado a respectiva realidade e necessidade.

O arquiteto Carlos Vera Guardia apresentou algumas pesquisas que retratam o momento atual do Chile, apontando que 70 % praticam atividades físicas ou de lazer, pelo menos duas vezes por semana. Este e outros dados apontaram a existência de uma demanda por recreação e esporte.



Escrito por Cesare às 11h55
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]